Resumo para o ENEM: Os Estados Unidos no século XIX



Conteúdo necessita cadastro

Média 4,88 de 5, com 33 votos

O professor Renato Pellizzari fala um pouco sobre a formação territorial dos Estados Unidos da América

 

00:00 - Geografia
Resumo para o Enem: Os Estados Unidos no século XIX
Professor: Renato Pellizzari
 
00:15 Vamos falar de outro país que será muito importante na história do mundo até os dias de hoje: Os Estados Unidos da América.
 
00:25 A história dos Estados Unidos no século XIX é a de formação territorial norte americana e de consolidação da política interna. A formação territorial americana passa por deixar de ser aquele território exprimido ao leste que eram as treze colônias inglesas, até a consolidação dos Estados Unidos que conhecemos hoje que vai até o oceano pacífico. 
 
00:55 O processo de formação territorial americano se dá a partir da marcha para o oeste. O desejo dos colonos americanos de buscar o oeste era antigo, desde o periódo colonial, e desde a vitória na Guerra dos 7 anos sobre a França. Os motivos desse interesse no oeste são variados, como a busca por novas terras e matéria prima. Tanto as colônias do norte, que são manufatureiras industrais, como as colônias do sul, que são escravistas, têm interesse nessa marcha para o oeste e todas elas acabam por fazer isso.
 
02:00 São três as estratégias americanas para a expansão: A compra de territórios, como a Flórida junto a Espanha e do Alasca junto a Rússia. Os acordos diplomáticos, como o caso do Oregon com a Inglaterra e também as guerras. Primeiramente, as guerras com os índios, que sofreram muitas mortes com o processo de expansão americano, e também as guerras com os mexicanos, que acabaram por perder 50% do seu território.
 
03:00 Ao longo do processo de crescimento territorial, a grande discussão era - Como é que esses novos Estados incorporados vão ser administrados, no modelo do norte ou do sul? Visto que nós sabemos que efetivamente Estados Unidos da América não existia, isso foi forjado na guerra de independência contra a Inglaterra, quando na verdade o que existia era uma tentativa constante de equilíbrio no congresso americano. 
 
03:30 Esse equilíbrio foi ficando cada vez mais difícil. E nas eleições de 1860, um representante dos Estados do norte é eleito e declara que vai fazer de tudo para acabar com a escravidão e para aumentar as taxas alfandegárias e garantir um projeto protencionista de estímulo a indústria. 
 
03:50 Isso tudo acaba levando a Guerra de Secessão, a guerra entre o norte e o sul dos Estados Unidos. Tal guerra é um combate civil e longo, que vai matar milhões de pessoas. Ao final de 1865, acontece a vitória do norte, ou seja, dos Estados industrializados, e aí, digamos, ocorre o estabelecimento de um modelo. Por isso, alguns dizem que o século XIX também é um século de unificação dos EUA. Assim como a Itália e a Alemanha, os EUA também acabam por adotar um modelo próprio, único, numa imposição do norte sobre o sul, graças a vitória na Guerra de Secessão. 
 
04:40 É bem verdade que a abolição da escravidão em 1863 não significou a presença do negro nessa sociedade americana. O negro acaba sofrendo um processo de segregação muito forte nos Estados do sul e a luta pelos direitos civis para os negros é muito longa. Só em 1964 vamos ter efeitvamente a conquista dos direitos plenos do cidadão ao negro americano, com influência de expoentes como Martin Luther King.

Descomplique em 1 clique:

Ao conectar-se com seu Facebook, isso indica que você leu e concordou com nossos Termos de Uso.

Ou cadastre-se via e-mail

clicando aqui